Arquivo para categoria Artigos

E que recomece o tiroteio!

Post escrito por Henrique exclusivamente para o TechnoDOMINATOR!

battlefield-4

Nas próximas semanas a EA Games apresentará o sucessor do último Battlefield.

Battlefield 4 será apresentado no dia 27 de março na Game Developers Conference, que acontece entre os dias 25 e 29 de março em San Francisco, California. Leia o resto deste post »

, , , , ,

2 Comentários

O que vem por aí para o Vita

psvita_top

Preparar, apontar, COMPRAR!

Como vimos, o preço do PS Vita caiu no Japão. Embora a Sony tenha dito que não repetiria o corte no resto do mundo, ontem várias lojas da Sony nos EUA reduziram o preço do modelo 3G para US$199,00, o que nos dá uma esperança de que um corte de preço aconteça por aqui até o fim do ano, ou até o lançamento do PS4.
Por enquanto o preço do Vita ainda está acima do desejado, e isso acaba dificultando as suas vendas.

O consumidor, muitas vezes, fica em dúvida sobre adquirir o console por causa de sua fraca biblioteca de jogos. A Sony precisa dar mais atenção à esse problema, que vem prejudicando as vendas do console.

O portátil está amadurecendo ainda, e novos jogos que estão por vir prometem dar um up em sua biblioteca, além de atrair mais a atenção dos consumidores para o console.

Vamos conferir o que vem por aí!
Leia o resto deste post »

, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Review: The Aurora World (Closed Beta)

auroraworld_splash
Eu já havia anunciado aqui o closed beta de The Aurora World. Bem, eu entrei no beta, eu joguei o jogo, experimentei as três nações, com três das quatro classes (não testei o healer porque eu não sou um fracasso como healer), e vou dizer aqui o que eu gostei e o que eu não gostei no game. Vai ser um review simples, sem análise detalhada, cheia de frescura, porque afinal o que vocês precisam saber é se o jogo presta ou não.

Eu testei o jogo na seguinte máquina: Notebook HP Pavillion DV7 2177cl, processador Intel Core 2 Duo 2.2GHz, 4GB RAM, HD 500GB, Placa de vídeo AMD Mobility Radeon HD 4650 1GB, ligado num monitor LG W2353V na resolução 1920×1080 (Full HD) e rodando Windows 8 Pro. Essa é a minha máquina, então meus reviews serão feitos nela. Por enquanto. Então vamos lá!
Leia o resto deste post »

, , , ,

Deixe um comentário

Opinião – A Sony tem que seguir o plano

Ando lendo algumas notícias sobre a Sony ter comentado a possibilidade de disponibilizar no PS4 por streaming os jogos que os jogadores compraram no PS3 se ela escolher assim.

Todo mundo já está pensando que se isso não acontecer é porque a Sony é feia, boba e chata. É engraçado vermos que hoje em dia, com todo mundo tendo acesso às informações do mercado, da situação financeira das empresas, números de vendas e tudo mais, ainda consigam ver decisões estratégicas com a perspectiva de uma criança de cinco anos.

Alguns pontos devem ser analisados:

Primeiro, a Sony tem um plano para o PS4. Um hardware planejado, novas funcionalidades, poder de processamento, e definitivamente a retrocompatibilidade tinha que ficar de fora disso, principalmente depois da lição aprendida (felizmente) com o PS3. Manter o preço do console dentro do aceitável é importante.

Segundo, a emulação é muito complicada para ser implementada, e o retorno que ela vai trazer não compensaria o investimento.

Terceiro, o foco deve ser mantido no console atual, e o fato de a Sony ter migrado para uma plataforma AMD vai atrair mais desenvolvedores, e possibilitar que o PS4 tenha mais títulos, além de não ter aquele problema de diferenças gráficas gritantes em jogos multiplataforma, como acontecia com alguns games disponíveis tanto para PS3 quanto Xbox 360.

Em quarto lugar, tudo tem um custo. E a Sony aprendeu isso com o PS3. Não vou dizer que não sairia caro possibilitar que os jogadores acessem gratuitamente por streaming os conteúdos pelo qual pagaram no PS3, mas também não vou dizer que é inviável. Pode parecer lógico e simples para os jogadores, mas nem sempre é assim. Isso pode envolver mais custos, mão-de-obra e burocracias do que pensamos.

O fato é que o PS4 pode até realmente ser lançado nesse ano, e acredito que a Sony vai cumprir o cronograma, mas ainda há trabalho a ser feito, coisas que podem até mesmo vir mas talvez não seja interessante ou viável para o lançamento do console. Isso também deve ser considerado.

Triste mesmo é ver uma reação tão negativa por parte de alguns veículos que se dizem especializados em games, que ao mesmo tempo em que pedem por inovação, crucificam a Sony por não poder jogar seus jogos antigos no novo console, sem ao menos considerar o que isso demandaria da empresa em relação a esforços e custos.

Um pouco mais de visão mercadológica tornaria tudo mais claro para os jogadores.

, , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: